Como Armazenar Alimentos de Forma Adequada

Como Armazenar Alimentos de Forma Adequada

24 de agosto de 2018

Não tem jeito: Você programa um jantar com os amigos, cozinha uma boa receita, mas sempre sobra um pouco do alimento preparado; sem falar na sobra dos próprios ingredientes utilizados ao longo do preparo. Pensando nisso, separamos dicas preciosas para você armazenar os alimentos de forma adequada, seja após uma refeição ou mesmo logo após ter feito as compras e assim, evitar desperdícios.

AÇÚCAR: Embora alguns tenham por hábito guardá-la em um pote na geladeira, essa recomendação não se faz necessária, uma vez que umidade pode contribuir para a formação de grandes blocos de açúcar. Depois de virar o alimento em um recipiente (e no açucareiro de mesa), verifique se está bem selado para não atrair formigas doceiras e assim, pode guardar tranquilamente no armário.

ALHO E CEBOLA: Esses insumos, depois de descascados devem ser guardados dentro da geladeira em recipiente muito bem fechado uma vez que o ar que circula dentro da geladeira reage com os alimentos alterando a cor, textura e sabor. Conhecidos por terem aromas bem característicos, indica-se coloca-los em gavetas e prateleiras, de maneira  a deixá-los
distantes de outros alimentos que podem pegar cheiro da cebola e alho.

BATATAS: Só devem ser armazenadas na geladeira caso esteja muito calor. Na geladeira, a umidade favorece o aparecimento de brotos. Guarde uma maçã juntos das batatas, pois essas frutas emitem gás etileno que inibe o aparecimento dos brotos.

CARNES: Depende do corte e da proteína em si, mas no geral, carnes devem ser mantidas no congelador onde permanecem boas para consumo de 4 a 6 meses por isso, não esqueça de marcar as embalagens com a data em que o alimento foi comprado. Porcione a carne em quantidade apropriadas para serem consumidas em sua totalidade pois uma vez descongeladas, a carne não deve voltar ao congelador.

Na geladeira, uma carne pode ser mantida por no máximo 3 dias sem que estrague. Depois de preparadas, as sobras devem ser consumidas em até no máximo 4 dias.

ENLATADOS: Conservas, leite condensado e qualquer alimento que venha em latas devem ser armazenados em locais bem arejados e que não tenham tanta incidência de calor, seja da luz solar, forno ou micro-ondas.

FEIJÃO: Pode ser armazenado cru dentro da embalagem ou em um porta-mantimentos com tampa. Depois de cozido, pode ser mantido na geladeira por no máximo três dias antes que azede. No congelador, recomenda-se que seja distribuído em diversos recipientes em porções conforme o consumo diário em sua casa.

LATICÍNIOS:  Cada um dos produtos derivados do leite tem sua particularidade de armazenamento, mas a regra geral é que devem estar nas prateleiras mais altas da geladeira. O motivo? No geral é onde o termômetro interno está localizado e nessa região a temperatura é mais constante, o que contribui positivamente para a conservação desses alimentos. O mesmo vale para preparações a base de laticínios.

LEITE: Alimento muito “frágil” pois uma vez aberto, costuma ter validade máxima de três dias. Embora hoje já seja comum embalagens com tampa plástica de rosca ou “abre e fecha”, existem marcas que ainda vendem caixas que é necessário fazer um corte na lateral; para esses casos a recomendação é de sempre cobrir a abertura de saída do leite.

LEGUMES E VERDURAS:  Grande parte dos legumes devem ser armazenado na geladeira nas gavetas mais baixas e preferencialmente em sacolas separadas. Folhas devem ser guardadas lavadas e secas com toalha. Uma vez que foram parcialmente usados, para guarda-los sem risco de ressecamento, envolva cada um dos legumes em papel filme e guarde em vasilhas com tampa.

MANTEIGA: Muitos guardam na geladeira, mas é sempre bom ver no rótulo as indicações do fabricante pois algumas marcas indicam que a manteiga seja conservada em temperatura ambiente. Caso a orientação seja para deixar em local fresco e arejado, deixe-a bem distante do fogão e micro-ondas.

OVOS: Devem ser retirados das camarinas e lavados com agua corrente antes de serem armazenados na geladeira. Recomenda-se que sejam colocados em recipiente fechados ou gavetas, ou até mesmo suportes próprios caso seja possível. Para melhor refrigeração, colocar os Ovos na porta da geladeira pode não ser uma boa opção uma vez que eles ficam mais expostos e podem quebrar com maior facilidade. Nunca devem ser congelados e perduram de 3 a 5 semanas na geladeira.

QUEIJOS: Existem muitos tipos diferentes de queijos, mas, em sua maioria, recomenda-se que eles sejam guardados na geladeira para não azedarem e que sejam tampados e encobertas para que o ar que circula na geladeira não altere não altere nem o interior, nem a casca do queijo. Para queijos mais artesanais, como queijo minas e frescal, lembre-se sempre de escorrer a água que acumula, pois ela prejudica a conservação.

QUEIJO PARMESÃO: Sabe aqueles pacotinhos de queijo parmesão ralado que você compra no supermercado? Eles não precisam ser armazenados na geladeira, mesmo depois de abertos. O ideal é colocá-lo num recipiente apropriado com tampa e deixa-lo em local fresco e arejado, sem a umidade da geladeira que possibilita que o queijo empelote em grandes blocos.

 

Fonte:

https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Dicas/noticia/2016/08/9-dicas-para-guardar-os-alimentos-corretamente-na-geladeira.html

https://saude.ig.com.br/alimentacao/como-armazenar-os-alimentos-e-minimizar-a-contaminacao/n1597105857073.html

https://br.pinterest.com/pin/348958671113127619/

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

social_facebook social_instagram